Região Andina

Bolivia

Atualmente a Bolívia está desenvolvendo políticas púbicas que incentivarão o reconhecimento, e a integração dos catadores de base nos sistemas municipais de GIRS (Gestão Integrada de Resíduos Sólidos). A aprovação da Lei do Catador que está sendo discutida no parlamento precisará de uma mudança no método de planejamento e implementação dos serviços de GIRS (Gestão Integrada de Resíduos Sólidos). Já prevendo essa mudança em 2011, a IRR apoiou a implementação de dois fóruns municipais e Chiquitania, e nos Valles Cruceños onde capacitaram 135 funcionários municipais de 30 municípios sobre o planejamento e a implementação de GIRS (Gestão Integrada de Resíduos Sólidos) com a inclusão dos catadores de base.

Um projeto para a organização e formalização de catadores nas comunidades de Santa Cruz, Sucre  Montero vem sido realizado desde 2010. Esse projeto é apoiado pelo FOMIN, e executado pela Fundação para a Participação Cidadã e Combate à Pobreza (FPAP, sigla em Espanhol) resultando na formação de duas associações de catadores, e na capacitação de 200 catadores de base. Através do projeto estabelecemos o esquema de coleta seletiva “Amigo do Coletor” no qual participam 36 empresas do setor privado.

Finalmente, a estrutura desse projeto contou com a construção de um centro de coleta no município de Montero, esse centro será administrado pela organização local de catadores de base. Como investimento complementar desse projeto, em 2011 a IRR investiu em motos de carga para três associações da Rede de Coletores de Santa Cruz, essa ação resultou no incremento de 50 a 100% na produtividade das associações envolvidas.

Colômbia

Em Bogotá, Colômbia foi implementado um projeto executado pela Associação de Catadores de  Bogotá (ARB) ativo desde 2009. Esse projeto tem o apoio dos sócios da IRR FOMIN e pela Divisão de água e Saneamento (INE/WSA) do BID, e procura fortalecer as organizações de catadores de base em Bogotá. Como resultado do projeto, 18 de 22 organizações envolvidas já cumprem com os requisitos legais da operação para os prestadores de serviço das GIRS (Gestão Integrada de Resíduos Sólidos). Além disso, estabeleceram redes de comercialização de materiais recicláveis que atualmente envolvem 15 das 22 organizações originalmente planejadas, e assinaram contratos para a coleta seletiva de resíduos recicláveis com 51 gerados grandes de resíduos sólidos.

Em Junho de 2012, a IRR atendeu uma solicitação do Governo Nacional da Colômbia para organizar um workshop que proporcionaria elementos para o desenvolvimento da Política Pública de GIRS (Gestão Integrada de Resíduos Sólidos) com a inclusão de catadores de base. O resultado foi a realização de um workshop para a Inclusão da População Recicladora em uma Política Nacional de Gestão de Resíduos Sólidos que foi realizado em Bogotá de 23 a 24 de Agosto de 2012. Durante o workshop, os representantes da Colômbia, Equador, Brasil e da Argentina tiveram  a oportunidade de intercambiar suas experiências no desenvolvimento e na implementação das políticas públicas nacionais e municipais para a GIRS (Gestão Integrada de Resíduos Sólidos) com a inclusão dos catadores de base, finalmente proporcionando uma série de diretrizes para o Governo da Colômbia visando o futuro desenvolvimento a política nacional.

Um Comitê Nacional da IRR foi formado na Colômbia. Esse Comitê mantém discussões com o Governo e outro agentes chave para identificar e desenvolver outros projetos para o progresso da reciclagem inclusiva no país.

Equador

Obteve Assistência Técnica e Apoio Social para a Rede Nacional de Catadores do Equador (RENAREC) com os catadores em 9 municípios (Quito, Loja, Cuenca, Esmeraldas, Atacamos, Ambato, Guaranda, Santa Elena e La Libertad) proporcionando capacitação e assistência técnica no trabalho de desenvolvimento de acordos com os Governos locais, e capacitando 252 catadores em tópicos identificados em conjunto com o grupo.

Atualmente um Estudo da Cadeia de Valor está sendo desenvolvido em 4 cidades do Equador no intuito de conhecer a situação atual da reciclagem visando a inclusão econômica e social dos catadores na cadeia de valor, e nos sistemas públicos de gestão de resíduos sólidos. Esperamos que o resultado do projeto seja uma metodologia de análise que possa ser proetada também em outras cidades do país.

Peru

O Peru se distingue pelo desenvolvimento da sua política pública que reconhece e promove a inclusão de catadores de base nos serviços de GIRS (Gestão Integrada de Resíduos Sólidos). O Peru enfrenta o desafio da geração de alianças multi setoriais para uma implementação eficiente dessa política pública. O Comite Nacional formado no Peru está trabalhando para o desenvolvimento de projetos que visam esse mesmo objetivo.

Em 2011 e 2011, o Projeto “Capacitação para a Implementação do Programa de Segregação na Fonte em Governos Locais de Piura, Peru” proporcionou o treinamento de GIRS (Gestão Integrada de Resíduos Sólidos) para técnicos e tomadores de decisões de 64 municípios de Piura que foram capacitados também na inclusão de catadores de base. Um total de 135 funcionários municipais receberam treinamento. Além disso, 29 prefeitos e o Governador regional assinaram a Declaração de Piura, um compromisso público para cumprir com as leis de GIRS (Gestão Integrada de Resíduos Sólidos), e desenvolver esquemas de coleta seletiva que incluem catadores formalizados.

4 respostas a Região Andina

  1. Humberto Pérez Gómez disse:

    Humberto Pérez Gómez Yo estoy buscando apoyo para mi proy , fue ganador de INNOVAR 2013 de uno de los premiados , consiste en fabricar bloques atermicos , y morteros polimeros con aridos del reciclado , los mismos permiten ahorrar energia y mantener el lugar sin variaciones termicas importantes , con este material del reciclado que incluye cualquier tipo de plastico se pueden construir pisos calles los cuales en comparacion al concreto comun tiene la ventaja que los dias que existe mucho sol puedas caminar delcalso sin sentir el calor que te pueda quemar los pies , si mi proyecto es de importancia , necesito que me ayuden a montarlo en cualquier parte del mundo donde se necesite disminuir la contaminacion ambiental y reducir el calentamiento global , yo solo soy el inventor del proyecto , no tengo capital y dinero para hacer que el proyecto se ponga en marcha , solo puedo hacer de forma artesanal los bloques y el cemento polimero para pegar , entre otros el hormigon para hacer los pisos , me encuentro sin ningun apoyo ni interes del municipio y muy necesitado de lograr una estabilidad economica en mi vida , el proyecto lo pueden ver en mi pag de facebook mi nombre es Humberto Pérez Gómez , pueden buscar el yootube por POLIESTRONG para ver los videos y tambien por MORTERO POLIMERO CON ARIDO DEL RECICLADO DEL PLASTICO . MI TEL 03484431198

    • Iniciativa Regional de Reciclaje Inclusivo disse:

      Buen día Humberto. Agradecemos tu comentario e interés en nuestra iniciativa y te felicitamos por ser autor de un proyecto tan interesante.
      En IRR, nuestro trabajo en innovación tecnológica está enfocado al desarrollo de procesos que añaden valor a los procesos para pre-tratar o reciclar los materiales que recogen los recicladores.
      Te sugerimos dirigirte a New Ventures, una aceleradora para empresas sustentables y que potencialmente podría ayudarte a crecer tu proyecto.

  2. Patricio Gaona Aguirre disse:

    Buenos días, escrbo a ustedes desde Loja, Ecuador.
    Les solicito me puedan brindar información de disponerse, sobre las actividades o resultados alcanzados durante la ejecución del proyecto IRR en Loja, con la finalidad de poder incluir esto como base, en una acción que busca emprender la Municipalidad de Loja.

    Gracias por su apoyo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *